GEPBio aprova 13 trabalhos no XII Congresso Brasileiro de Bioética

25 de Setembro de 2017, 10h30

Gepbio aprova 13 trabalhos no xii congresso brasileiro de bio%c3%a9tica

Alunos integrantes do GEPBio

O Grupo de Ensino e Pesquisa em Bioética (GEPBio) da Newton realizou uma grande conquista: teve 13 trabalhos aprovados no XII Congresso Brasileiro de Bioética. O evento acontece de 26 a 29 de setembro de 2017, na cidade de Recife, e é promovido pelo Conselho Federal de Medicina – CFM.

O tema central da ação focaliza Liberdades e Responsabilidades, visando refletir sobre o momento da Bioética no Brasil e no mundo, onde reina a inquietação e o questionamento em relação a valores. Entre os assuntos abordados nas pesquisas do GEPBio temos o aborto, doação de órgãos, castração química, morte assistida e transexualidade.

"O Congresso Brasileiro de Bioética é o evento nacional de maior importância na área em que o GEPBio pesquisa. Fizemos um grande esforço para submeter o maior número possível de trabalhos, mas nem nos nossos melhores sonhos imaginávamos que conseguiríamos aprovar tantos trabalhos", conta Luciana Dadalto, coordenadora do grupo e professora de Direito na Newton. "Esse resultado é fruto do esforço de nossos alunos, pesquisadores do GEPBio, pois o grupo existe por eles e para eles. Fico muito feliz de fazer parte dessa conquista, que coloca o Centro Universitário Newton Paiva no cenário brasileiro da Bioética", completa.

Marcelo Sarsur, também responsável pelas atividades do grupo, destaca a importância do incentivo à pesquisa. "Sinto que é nosso dever contribuir para a formação da próxima geração de estudiosos, canalizando a curiosidade que elas e eles normalmente já nutrem para a atividade acadêmica", explica o docente. "Percebo que o esforço da professora Luciana e o meu foram plenamente recompensados não só pela aprovação de tantos trabalhos no Congresso Brasileiro de Bioética, mas, especialmente, porque sentimos, em nossos colegas graduandos em Direito, o mesmo amor pela descoberta que nos impele a continuar pesquisando".

Confira a seguir a lista dos 13 trabalhos aprovados no congresso e clique nos nomes para conferir os detalhes de cada um.

A Newton parabeniza todos os alunos e professores envolvidos na conquista!


Alcance da Justiça e das políticas públicas às crianças com síndrome congênita do Zika

Autonomia da gestante e o direito de escolher o aborto

A necessidade de regulamentação jurídica dos Cuidados Paliativos no Brasil

A morte assistida sob a perspectiva do direito comparado à luz da CRFB/88

O exercício da maternidade no cárcere: cicatrizes deixadas pelas celas brasileiras

Aborto eugênico e os limites da ADPF nº54

A necessidade de legislação sobre as Diretivas antecipadas de Vontade no Brasil

Respeito à Autonomia da Vontade na doação de órgãos post mortem na legislação Brasileira

Pesquisa com seres humanos portadores de deficiência: um estudo sobre Bioética e autonomia

Violações aos Direitos Fundamentais das pessoas transgêneros nas penitenciárias brasileiras

Bioética, cidadania e relações étnico-raciais em áreas de exclusão social

Transexualidade e Feminilidade face à Lei Maria da Penha

Castração química e o direito brasileiro: eficácia e constitucionalidade


GEPBio

O GEPBio é um grupo de pesquisa vinculado ao INSEPE, formalizado em abril de 2017 após publicação de edital e seleção de alunos. O objetivo do projeto é fomentar a pesquisa na área de Bioética junto aos estudantes do curso de Direito e, futuramente, aos alunos dos cursos de saúde da Newton.


Serviços Online

fechar