Relacionamento com o chefe: como garantir o sucesso dessa parceria?

05 de Setembro de 2017, 08h33

Analytics 2697949 960 720

Você leu com atenção nossas dicas no texto anterior e seu deu bem na entrevista de emprego. Parabéns! O desafio, agora, é outro: ter um bom relacionamento de trabalho com seus colegas e, principalmente, com o líder da empresa, mostrando a ele todo o seu potencial, sem se tornar o famoso “puxa-saco”.

As regras gerais para isso são simples e incluem a boa execução das tarefas, respeito aos prazos e demonstração de interesse no desenvolvimento da organização. Estes cuidados são importantes principalmente para a Geração Y – também chamada geração do milênio ou geração da internet, composta por pessoas que nasceram em fins dos anos 1970 e no início dos anos 1990. Entre as características mais positivas dessa turma estão a disposição para trabalhar com o que gostam, a autonomia e capacidade de desempenhar múltiplas tarefas e o interesse para inserir novas tecnologias nas tarefas do cotidiano. Mas há também o lado negativo: em geral, estes profissionais são imediatistas, individualistas e querem crescer de forma vertical – mesmo sem o conhecimento necessário para isso.

Para ter sucesso no ambiente de trabalho, portanto, é preciso promover o relacionamento interpessoal, principalmente com os superiores. “A iniciativa traduz muito o perfil do colaborador que se destaca entre todos da equipe. Atrelado a isso é importante ter boa vontade para desempenhar as funções, pois o líder quer contar com pessoas dispostas a novos desafios e atividades. Já a resiliência ajuda a superar obstáculos, resistir à pressão e lidar com momentos de estresse sem se desesperar, desanimar, nem se desequilibrar emocionalmente”, afirma Natalia Carvalho Naves, do setor de RH da Newton.

O comportamento do líder também contribui para que esta relação se torne uma parceria de sucesso. “O líder deve ser um bom observador para analisar o conjunto, a fim de encontrar soluções eficazes para a empresa e ter empatia, reconhecendo as potencialidades e limites de cada um. Além disso, deve ter uma comunicação adequada, ser um bom ouvinte e primar pelo bom relacionamento no ambiente profissional”, explica.

Mas uma coisa é certa: independentemente da questão hierárquica, algumas regras valem ouro e podem facilitar a vida de todos na empresa. Gentileza, respeito a diferenças de opiniões, disponibilidade para ajudar e colaborar com as atividades do setor e do colega e posicionar-se com educação, mesmo em momentos mais delicados, certamente ajudarão, e muito, a se destacar no ambiente de trabalho.

Fique atento (a) a isso e parta rumo ao sucesso!


Últimas notícias da categoria De olho na carreira

De olho na carreira
20/09/2017
Voc%c3%aa mora em uma cidade inteligente

Você mora em uma cidade inteligente?

De olho na carreira
19/09/2017
Bloqueio criativo no trabalho o que fazer

Bloqueio criativo no trabalho. O que fazer?

Serviços Online

fechar