Qual a importância do intercâmbio profissional para o mercado de trabalho?

30 de Julho de 2019, 11h35

Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, alguns fatores podem ser diferenciais na hora de recrutadores buscarem novos talentos para empresas: atividades extracurriculares, cursos de formação, fluência em outras línguas e outras vivências são cruciais ao escolher um profissional. Um desses fatores é, sem dúvidas, o intercâmbio profissional.

Experiências vivenciadas fora do Brasil valorizam os profissionais por demonstrarem que, além de uma educação formal em instituições nacionais, os candidatos também buscaram adquirir novas habilidades em lugares distintos de sua terra natal.

Camila Marquesresponsável pelo programa de Intercâmbio da Newton Paiva, comenta a possibilidade. "O intercâmbio é um grande aprendizado. Profissionalmente, o estudante desenvolve várias habilidades práticas e agrega muito em vários sentidos. A mais relevante, além do conhecimento, é a versatilidade em aceitar mudanças e enfrentar melhor a gestão de crises, pois tudo isso acontece fora da zona de conforto."

Os programas de intercâmbio podem durar semanas ou até meses e variam de acordo com os objetivos dos participantes. O foco pode ser em vivências práticas, aprendizado de habilidades específicas ou mesmo conhecimento de um outro idioma. Independente do propósito ou do tempo de duração, a experiência do intercâmbio demonstra o interesse do profissional em melhorar sua formação e crescimento profissional e pessoal, vivenciando novas possibilidades culturais e entendendo como seu ofício é encarado em outros lugares do mundo. Segundo Camila, é preciso realizar uma série de pesquisas antes de tomar uma decisão. "O estudante precisa pesquisar sobre a sua área de estudo em outros países, buscar em todos os lugares (notícias, premiações, pesquisas, ranking, artigos etc) quais são as instituições de ensino que mais destacam e se encaixam com o seu propósito para a especialização profissional, onde possuem uma metodologia diferenciada que agregará conhecimentos e fará vivenciar experiências ligadas ao seu objetivo”, comenta.

Ao propor-se uma vivência fora de seu país e longe de amigos e familiares, o profissional demonstra estar disposto a encarar novos desafios. Sair da zona de conforto é algo considerado pelo mercado como uma experiência válida e positiva, agregando valor a formação pessoal. Outras habilidades importantes também podem ser desenvolvidas durante esse período de aprendizado: ao longo de um intercâmbio uma pessoa pode aprimorar características como a independência e a compreensão, melhorar a sua capacidade de interação e ter contato com outras culturas diferentes da sua, aprendendo a desenvolver um senso de tolerância fundamental para um convívio saudável em ambientes de trabalho. Proatividade, disciplina e responsabilidade também são outras características desenvolvidas, e a habilidade de criar uma boa rede de contatos é algo que pode ser levado durante toda a trajetória de um bom profissional.

Agora que você já sabe todas as vantagens de um intercâmbio profissional e as diferenças que ele pode fazer em sua carreira, tem vontade de realizar um? Sabia que a Newton Paiva possui uma parceria com o Santander Universidade, que oferece bolsas de estudos para diversas instituições ao redor do mundo? As inscrições para o programa estão abertas. Saiba mais AQUI e não perca essa oportunidade.

Istock 1021502722

Últimas notícias da categoria De olho na carreira

De olho na carreira
21/05/2020
Istock 1154126998

O que significa sucesso para você?

Receba novidades sobre Carreiras

Serviços Online

fechar