Dez gestos que você precisa evitar numa entrevista de emprego

11 de Março de 2019, 09h08

Dez gestos que voc%c3%aa precisa evitar numa entrevista de emprego

Além de um curriculum adequado, preparo e controle emocional são essenciais para ter sucesso em uma entrevista de emprego. Contudo, nesse momento tão importante, nossa linguagem corporal denunciar alguma ansiedade ou nervosismo. 

Para evitar esse problema, conheça dez gestos e posturas que podem prejudicar sua entrevista de emprego:

 

1- Cobrir o pescoço 
Quando estamos sob estresse, costumamos, inconscientemente, cobrir o pescoço para tentar proteger essa parte vulnerável do nosso corpo. Seja elevando os ombros na “postura de tartaruga”, ou tocando o pescoço com as mãos, esses gestos indicam insegurança, medo ou incômodo. Para o entrevistador, pode parecer que algo importante esteja sendo ocultado. O ideal é sempre manter os ombros relaxados, alinhados e em uma posição baixa.

2- Cuidado com as pernas 
Apesar de ser uma posição confortável, sentar de pernas cruzadas é considerada uma postura defensiva. Evite também entrelaçar as pernas na cadeira, pois isso indica nervosismo extremo. E não fique com os pés voltados para dentro, com uma ponta em direção à outra. Essa postura revela fragilidade e carência. O recomendado é colocar os dois pés no chão, pois a sensação de apoio durante uma entrevista facilita lidar eficientemente com perguntas complexas.

3- Levantar um ombro acima do outro 
Desde cedo, nossas mães sempre diziam: senta direito! E elas estão completamente certas! Uma postura assimétrica - quando nos curvamos ou afundamos o peito – pode indicar fraqueza ou indecisão. Já a postura ereta demonstra autoconfiança. E uma leve inclinação para a frente evidencia ao entrevistador nossa total atenção na conversa.

4- Esconder as mãos 
As mãos podem revelar nosso nível de ansiedade. Por isso, você causará uma boa impressão se mantiver as mãos à vista, com as palmas abertas. Isso indica sinceridade nas palavras e propósitos.

5- Desviar o olhar para a direita ou “fuzilar” o entrevistador com o olhar 
Já reparou que, ao tentar lembrar de algo durante uma conversa, as pessoas tendem a olhar para a esquerda? Por outro lado, olhar para a direita, para cima ou para baixo, e levar algum tempo para responder, pode indicar falta de sinceridade, que o entrevistado pode tentar inventando alguma resposta.
Além disso, não é recomendável fuzilar o entrevistador com seu olhar. Tal postura pode ser percebida como agressiva. Procure limitar o contato olho no olho a com o interlocutor, a 60% do tempo total. Ao falar, procure passar suavemente seu olhar de uma parte do rosto do entrevistador para outra.

6- Cruzar os braços ou gesticular demasiadamente 
Cruzar os braços é uma típica postura defensiva. Durante uma entrevista, para demonstrar ser uma pessoa receptiva e empática, o ideal é utilizar gestos.
Gesticular é bom, contribui para formular melhor nossos pensamentos e a selecionar nossas palavras mais rapidamente, se não for em excesso. Não mexa as mãos e os braços exageradamente, pois isso indica irritabilidade e ansiedade. Além disso, gestos como mexer em lápis, em cadernos, na bolsa ou mesmo nas unhas também demonstra nervosismo e insegurança.

7- Olhar para o relógio 
Olhar o celular ou o relógio durante a entrevista é bastante inadequado. O gesto poderá indicar que você está com pressa para sair dali, ou que não dá a devida importância para a entrevista, ou ainda que está mais preocupado com algo que está acontecendo fora da sala.

8- Não rode a cadeira 
Caso você esteja sentado em uma cadeira giratória durante a entrevista, evite girar a cadeira ou empurrar as costas para trás e para a frente.

9- Agir de forma pouco natural 
É essencial não deixar de ser você e agir com naturalidade durante uma entrevista. Uma postura demasiado rígida poderá denunciar desconforto ou nervosismo.

10- Não fique muito sério nem sorridente em excesso 
Uma entrevista de emprego é um momento em que você deve demonstrar seriedade e simpatia. Evite ficar com uma expressão séria demais. Mas também não sorria demasiadamente. A moderação é a melhor medida.

 

Últimas notícias da categoria De olho na carreira

De olho na carreira
19/03/2019
Descubra como superar o medo de escrever

Descubra como superar o medo de escrever

Serviços Online

fechar